Categoria: Beleza

Dicas de primavera: veja quais são os cuidados com a pele na estação

Dicas de primavera: veja quais são os cuidados com a pele na estação

 A estação mais florida do ano começa no próximo dia 22 de setembro de 2021. Com períodos de chuvas, dias mais ensolarados e noites ainda frias, a primavera não afeta apenas o clima, mas também a saúde da sua pele. É chegado o momento de recuperar a derme dos danos causados pelo inverno, como o ressecamento, e prepará-la para o verão, um período mais quente e com sol bem mais forte.

Por conta do clima volátil que a primavera pode causar, é necessário uma atenção redobrada nos cuidados com a pele, afinal, em um dia pode estar um sol de deserto e no outro um clima ártico. Portanto, para manter uma pele saudável nessa época, a esteticista Priscilla Nardy elaborou algumas dicas para enfrentar os dias mais floridos do ano.

cuidados com a pele na primavera

 Veja as dicas

  Aumente o uso de protetor solar, isso auxiliará na proteção contra manchas e melasmas;

    Evite usar hidratantes com muito óleo. Se possível, opte por uma fórmula mais leve e que não deixe a pele oleosa nessa estação.

    Uma limpeza de pele faz bem em qualquer época do ano, mas na primavera especificamente a dica é investir em uma limpeza de qualidade para o controle do PH.

    Uma pele bem cuidada vai além dos cremes utilizados. Com os dias mais quentes, a hidratação também é necessária internamente, portanto beba bastante água!

Dica extra: Não sabe o quanto de água deve beber diariamente? Faça o cálculo: 35ml x peso corporal.

    O cuidado com a pele é de dentro para fora, por isso é preciso cuidar também da alimentação. Busque alimentos balanceados para não afetar sua derme.

    Seguindo as dicas de alimentação, evite o consumo exagerado de açúcar. Isso evitará a glicação do colágeno, uma das principais causas do envelhecimento precoce.

    Ácidos estão proibidos na primavera. Não use.

    A vitamina C é a grande aliada da nossa pele. Tome bastante sol (com responsabilidade), mas se necessário, faça reposição de vitaminas também.

    As roupas influenciam no cuidado de nossa pele, portanto evite roupas muito pesadas e exagero em acessórios.

    Por fim, mas não menos importante: Durma bem!

Priscilla Nardy EsteticistaSobre Priscilla Nardy

É uma das grandes referências no mundo da beleza quando o assunto é tratamento de gordura localizada e flacidez. Em 2015, ela desenvolveu o método Fatslim, que é um dos pilares do progresso de Priscilla Nardy em sua carreira como esteticista. Além disso, Priscilla ministra cursos para profissionais da estética em diversos estados, países e é idealizadora da franquia de estética e beleza que foi batizada com seu próprio nome – Priscilla Nardy.

No inverno, os cuidados com a pele devem ser redobrados

No inverno, os cuidados com a pele devem ser redobrados

Banhos quentes pioram o quadro da miastenia e a falta de hidratação deixam a pele ressecada e sem viço

O inverno no Brasil este ano está mais rigoroso em várias partes do País, com baixas temperaturas atreladas a algumas frentes frias. E com os dias mais frios é normal que as pessoas tomem banhos quentes e demorados para esquentar o corpo. Só que esta sensação de calor provocada pelo banho quente é prejudicial ao paciente com Miastenia Gravis. Isso porque o relaxamento muscular causado pelo banho deixa o corpo ainda mais cansado, causando ou agravando o quadro de fadiga. Este é, aliás, um dos sintomas da Miastenia Gravis, doença neuromuscular rara caracterizada pela súbita interrupção da comunicação natural entre nervos e músculos. Como a doença afeta a parte do músculo que se conecta com o nervo, ela dificulta, e muitas vezes chega a impedir que o paciente execute os movimentos do cotidiano de forma voluntária. Essa fraqueza pode atingir qualquer músculo, mas destacam-se a fadiga muscular de braços e pernas, queda das pálpebras, visão dupla e durante as crises, pode levar a dificuldade da fala, da mastigação e da deglutição.

Mas o fato de o paciente ser portador de Miastenia Gravis não o impede de cuidar da pele do corpo e do rosto. Aliás, segundo os especialistas, ao contrário de alguns medicamentos, o uso de produtos tópicos e até alguns tipos de tratamento estéticos não afetam o quadro da doença. E como a temporada de frio acaba por deixar a pele mais ressecada e sem viço, é preciso investir em hidratação potente para reverter o quadro, bem como é possível aproveitar a estação para investir em procedimentos estéticos tanto para combater rugas como a flacidez.

Invista em bons hidratantes

A médica dermatologista Debora Campozan, de Campinas, São Paulo, especialista em Medicina Estética e Nutrologia, e parceira da Miastenia, afirma que investir na limpeza da pele e em bons hidratantes é importante para todos os tipos de pele, e que no caso dos miastênicos não seria diferente. “Na hora de escolher o hidratante para o rosto, vale a pena pensar antes no veículo. Ou seja, independente do cosmético que você vai usar, é preciso antes saber o seu tipo de pele, pois um poderoso hidratante como o ácido hialurônico, por exemplo, que também é indicado como antirrugas, pode estar inserido numa base que pode ser desde um creme, uma loção, um gel e até numa pomada”, esclarece a médica. “Em pacientes de pele oleosa, podemos optar por veículos em gel ou hidratantes em sérum que são de toque mais fino e penetram melhor na tez sem deixá-la oleosa. Já em pacientes com pele seca, então é possível abusar dos cremes e até dos séruns mais oleosos, para que sejam melhor absorvidos, sem deixar a tez repuxando”, explica. “E no caso de quem tem ptose de pálpebras, fazer compressas de gelo na região dos olhos, por alguns minutos pode melhorar a ptose de uma maneira quase que instantânea”, ensina.

A médica lembra que caprichar num protetor solar é imprescindível, já que os raios solares envelhecem muito a pele, e isso independe se estamos no verão ou no inverno.

No caso da hidratação corporal, a médica só faz uma ressalva ao uso de hidratantes à base de óleo. “Imagine que o óleo faz uma camada em cima da pele, nada penetra, mas também nada sai. Então se a tez está bem hidratada ele mantém, mas se ela está ressecada ele também impede de entrar qualquer tipo de hidratação”, avalia. “O ideal nestes casos é usar hidratantes em creme ou em loção”, recomenda. Segundo ela, o creme pode ser desde aqueles que são à base de ureia, que têm grande poder de hidratação até os mais poderosos com ação antienvelhecimento e enriquecido com vitaminas e firmadores para a pele do corpo.

Tratamentos estéticos indicados

A dermatologista Debora Campozan afirma que o paciente miastênico está liberado para fazer a maioria dos procedimentos estéticos como as pessoas que não têm a doença. Ela lembra apenas que alguns tratamentos precisam de ajustes durante a aplicação e podem não ter uma resposta tão rápida e previsível, necessitando, em alguns casos, de maior número de sessões para atingir o resultado esperado.

As principais ressalvas ficam para a toxina botulínica, cuja técnica de aplicação, reconstituição e escolha do produto requerem cuidado especial. E também aqueles que aquecem a musculatura ou regiões mais profundas da pele, que têm por objetivo uma ação antienvelhecimento. “Com os tratamentos que aquecem a cútis, como a radiofrequência, é necessário tomar cuidado, fazer a uma certa distância da região dos olhos e calibrar o aparelho com parâmetros específicos para o paciente miastênico”, afirma. “Por outro lado, o ultrassom microfocado, que age como se fosse um ponto de coagulação dentro da musculatura ou na derme profunda, por ter o aquecimento bem concentrado, pode ser usado com bastante segurança”, considera.

De acordo com a dermatologista, a toxina botulínica pode ser usada, desde que seja aplicada com uma técnica diferenciada para que não seja feita muito próxima da musculatura orbicular dos olhos para não criar um risco de piorar ou gerar ptose. Mesmo assim, segundo Debora Campozan, já existe um protocolo específico para este caso. “Os bioestimuladores de colágeno também podem ser usados por pacientes com miastenia. “Aplicamos o produto (Ácido poli L Lático ou Hidroxiapatita de Cálcio) e esperamos que o organismo produza uma certa quantidade de colágeno. Essa resposta é que pode não ser tão imediata como ocorre com pessoas sem doenças inflamatórias, mas conseguimos resultados bastante satisfatórios no rejuvenescimento da pele”, afirma. “Luz intensa pulsada, laser fracionado, tanto ablativos quanto não ablativos também podem ser usados sem necessidade de nenhum ajuste de parâmetros e os resultados são excelentes”, considera.

Dra. Debora Campozan Dermatologista*Debora Campozan é médica demartologista

Piercings e Tatuagens: veja como cuidar corretamente

Piercings e Tatuagens: veja como cuidar corretamente

Conheça as principais precauções para manter o organismo saudável, antes e depois da ornamentação da pele

Foi nas décadas de 1960 e 1970, com o movimento pacifista dos hippies, da indústria pop e da cultura punk, que piercings e tatuagens começaram a conquistar adeptos, principalmente entre artistas e pessoas que buscavam expressas suas ideias, muitas delas de protesto social. Naquela época, a ação era vista com certo preconceito pela sociedade, que a associava à criminalidade. Somente a partir dos anos 1990, com o surgimento da primeira loja de tatuagem no Rio, é que a profissão do tatuador foi reconhecida e passou a atrair mais pessoas.

Hoje, piercings e tatuagens se popularizaram entre indivíduos de todas as idades, sexos e classes sociais. Eles deixaram de ser unicamente uma forma de expressão e ganharam status de item fashion. Apesar de ainda não haver um censo sobre quantas pessoas têm tatuagens e piercings no Brasil, um estudo do Sebrae aponta um crescimento de 24,1% no número de estabelecimentos do setor entre 2016 e 2017, indicando uma boa procura pelo serviço.

Cuidados com piercings e tattos

Dicas para pré e pós

Antes de fazer uma tattoo ou colocar um ornamento, no entanto, é preciso tomar algumas precauções. Observar se o estúdio segue as orientações de funcionamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com a correta esterilização e descarte dos instrumentos, é a primeira delas. Não menos importantes são os cuidados pessoais que devem ser seguidos para garantir a própria saúde.

O dermatologista Paulo Roberto Antônio Júnior explica que entre as complicações mais comuns está a ocorrência de infecções secundárias. “É imprescindível manter o local extremamente limpo e usar cremes cicatrizantes adequados. No caso dos piercings, eles são contraindicados para pessoas com predisposição para queloides e problemas de cicatrização. Além disso, o material tem que ser cirúrgico”, esclarece.

Ele alerta ainda para as partes do corpo onde serão feitas as aplicações. “É importante avaliar o tipo de pele e pensar que as áreas mudam muito com o nosso envelhecimento. Dobras, regiões intimas, nariz e língua são mais propensos a infecções, porque são locais úmidos e têm uma quantidade maior de bactérias”, finaliza.

*Dermatologista Paulo Roberto Antônio Júnior 

Pés sem rachaduras no verão: o filme transparente é um aliado

Pés sem rachaduras no verão: o filme transparente é um aliado

Toda mulher quer entrar o verão com pés hidratados, sem se preocupar com as rachaduras brancas que deixam os calcanhares feios e com aspecto de mal cuidados. Para a enfermeira estomaterapeuta Maria Lucoveis, da Stay Care- clínica especialista em pés, feridas, estomas e incontinências-, manter os pés saudáveis, sem rachaduras, é simples e rápido.

Dicas para pés saudáveis

Evite lixar o calcanhar e a sola dos pés. Dê preferência à esfoliação que auxilia na remoção de células mortas sem agredir a pele. Com o auxílio de um esfoliante massageie delicadamente dando mais ênfase à sola e regiões mais ásperas. A esfoliação deve ser realizada a cada 15 dias ou 1 vez por semana para quem possui os calcanhares mais ásperos.

Após a esfoliação, aplique hidratante de sua preferência e envolva os pés com filme transparente de 20 a 30 minutos para potencializar a hidratação. Hidratar a pele ajuda a prevenir o ressecamento e as temidas rachaduras.

Para finalizar, faça massagem com cremes que contenham óleos essenciais de efeito terapêutico ou extrato de plantas como: alecrim, arnica, calêndula, alfazema, lavanda, cipreste, etc. Os resultados são sentidos de imediato: pés macios, pele bonita e, principalmente, relaxamento e alívio das tensões do dia a dia.

Outros cuidados também são importantes para manter os pés saudáveis. Realize o corte das suas unhas de forma reta obedecendo à anatomia dos dedos para evitar que as mesmas fiquem encravadas. As laterais salientes das unhas podem ser discretamente arredondadas.

Evite remover a cutícula das unhas, pois serve como proteção contra agentes agressores ao organismo. As sujidades e o excesso de células mortas podem ser removidos com auxílio de uma espátula e escovação das unhas com escova de dente de cerdas macias.

Alicates, palitos e lixas são fontes de contaminação, portanto, devem ser de uso individual. Se for compartilhar, o alicate deve ser esterilizado em autoclave. O palito e a lixa devem ser descartáveis.

Caso tenha o hábito de esmaltar as unhas não compartilhe o esmalte, pois também é uma fonte de contaminação. Pelo menos um dia por semana deixe as unhas livres de esmalte para que possam transpirar de forma adequada. Portanto, são ações e cuidados simples que mantém os pés bonitos e hidratados.

 Sobre a Stay Care:

A excelência do cuidar faz a Stay Care prestar serviços e ter equipamentos especializados para tratar pessoas com feridas agudas e crônicas, alterações ou lesões nos pés e unhas e incontinências. Sempre focada na prevenção, educação para o autocuidado e melhoria da qualidade de vida.  Unidades em São Paulo, Americana, Sorocaba e Salvador (BA). Em breve, em Campinas.

*Maria Lucoveis é enfermeira estomaterapeuta, diretora da Stay Care São Paulo. Integrante da Sobest- Associação Brasileira de Estomaterapia: estomas, feridas e incontinências. Fisioterapeuta especialista em podoposturologia, educadora em diabetes e especialista nos cuidados com pés diabético e geriátrico.

Mulheres superam deficiência visual em curso de automaquiagem

Mulheres superam deficiência visual em curso de automaquiagem

Lançado com pioneirismo no Brasil pela rede Jacques Janine e pela Laramara – Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual, o projeto Muito Além da Beleza, iniciativa social que ensina automaquiagem para mulheres cegas e com baixa visão, chega à 4ª edição em São Paulo. Com mais 45 alunas formadas, o curso oferece aulas teóricas e práticas para valorizar a diversidade e melhorar a autoestima das participantes.

Coordenado pela maquiadora e consultora de imagem do Jacques Janine, Chloé Gaya, e por um time de makeup artists voluntárias da marca, a ação será promovida às quartas-feiras, até 27/9, das 9h às 11h, na sede da Laramara (rua Conselheiro Brotero, 338, Barra Funda), zona oeste da capital paulista. Dividido em cinco módulos, o curso ensina gratuitamente técnicas específicas desde a preparação da pele, passando pelas funções dos produtos, a combinação de cores, até truques de como delinear os olhos e aplicar cílios postiços.

Maquiagem para deficientes visuais

Foto: Celina Germer

Segundo Chloé, o projeto Muito Além da Beleza trouxe uma nova perspectiva sobre a relação da mulher com deficiência e sua identidade, pois faz um convite ao autoconhecimento e à valorização da sua própria beleza. “Quando vemos a felicidade das participantes ao aprender os segredos para independência na maquiagem, é gratificante e enriquecedor. Queremos enaltecer a importância da participação dessa parcela da população na sociedade, desmitificando estigmas e preconceitos”, esclarece.

Experiência com as pontas dos dedos

A primeira aula do projeto começa com o exercício de mapear o próprio rosto para identificar os traços por meio da experiência tátil, o que contribui para a adaptação das técnicas de maquiagem aplicadas durante as aulas. Desta forma, as participantes entendem qual é a região correta para o uso do blush ou o limite que a sombra pode chegar ao côncavo

Para facilitar a compreensão e a diferenciação dos cosméticos e dos pincéis, os produtos são identificados em braille, sistema de leitura e escrita dos cegos, e com legendas ampliadas para quem tem baixa visão. Nesta ação, a iniciativa conta com o patrocínio da Vult Cosméticos, que doou os itens de make, e o apoio da KISS New York, empresa responsável por oferecer cílios postiços e cola.

Sobre a Laramara:

Em seus quase 25 anos de existência, a Laramara ganhou reconhecimento nacional e internacional por seus projetos voltados ao desenvolvimento de crianças, jovens, adultos e idosos com deficiência visual no Brasil e na América Latina. Nesse período, assistiu a mais de 11 mil famílias, oferecendo apoio no processo de independência e autonomia nas atividades cotidianas. Também é referência na luta pela inclusão e participação social dessa importante parcela da população. Para apoiar os projetos da Laramara, basta entrar em contato pelo site www.laramara.org.br ou pelo telefone (11) 3660-6412.

Verão: veja dicas de cuidados com os cabelos

Verão: veja dicas de cuidados com os cabelos

Os dias quentes de verão castigam muitas vezes não só a nossa pele, mas também os cabelos, que sofrem com ressecamento, enfraquecimento e queda. Isso porque o sol, a água do mar e o cloro da piscina são bastante prejudiciais e muitas pessoas se esquecem de passar filtro solar próprio para os fios, além de não protegerem os cabelos com bonés e chapéus.

A médica tricologista, especialista em cabelo, Dra. Cristiane Câmara Alves, alerta para a importância de manter o couro cabeludo sempre limpo. ”No verão, o suor, o calor e a umidade podem facilitar problemas como seborreia e caspa. E a melhor maneira de evitar essas doenças é manter a boa higienização do couro cabeludo, além de reduzir a queda.’’ 

Segundo ela, enxaguar bem os cabelos após sair do mar e da piscina também evita danos aos fios causados pelo sal da água do mar e por elementos usados para o tratamento da água da piscina.

dicas-cuidado-cabelos-verao

Não só a pele deve ser protegida todos os dias com filtros solares adequados, mas é preciso proteger também os cabelos das radiações solares. ‘’Estas radiações, além de causarem danos à nossa pele, também agridem de forma intensa os fios, deixando-os mais fracos, quebradiços e sem vida. Vale usar bonés, chapéus e produtos sem enxágue que tenham filtro de proteção solar’’, explica a especialista. Outro erro constante que muitas pessoas cometem, durante todas as estações do ano, é amarrar os cabelos ainda molhados e mantê-los presos por muito tempo. ‘’Cabelos úmidos ficam mais fragilizados e o hábito de prendê-los ou de amarrá-los poderá acarretar em danos à estrutura dos fios’’, diz.

Investir numa alimentação saudável, rica em vitaminas e minerais, evitar o estresse e praticar exercício físico com regularidade, para melhorar a circulação sanguínea e consequentemente fortalecer os cabelos, são outras dicas importantes de cuidados com as madeixas.

*dra-cristiane-camara-alves (CRM 50504) é médica graduada pela Universidade José do Rosário Vellano (UNIFENAS). Concluiu também o curso de Transplante Capilar no Instituto Bauman Medical Group, P.A, nos Estados Unidos. Atualmente, Dra. Cristiane atende seus pacientes na Clínica Pampulha (CRM 0009113 – MG), onde exerce ainda o cargo de diretora clínica, ao lado do responsável técnico pela instituição, Dr. Júlio César Alves (CRM 13337 | RQE 40860).

Pele: no inverno também é preciso cuidar

Pele: no inverno também é preciso cuidar

A pele é o maior órgão do corpo humano e necessita de cuidados especiais durante o inverno, principalmente quando o frio está intenso, a fim de evitar ressecamento e alergias. Um exemplo comum é o uso do protetor solar. Engana-se quem pensa que no inverno ele pode ser dispensado. Assim como no verão, a pele precisa ser protegida contra os raios UVA e UVB, que continuam incidindo durante o inverno e são causadores do câncer de pele. Passar protetor é uma forma de se prevenir contra doenças na pele, como o câncer de pele e o melanoma.

O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum no Brasil. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), ele responde por 25% de todos os tumores malignos registrados no País, e deve ter 181 mil novos casos este ano, sendo que 98 mil devem atingir as mulheres. Para se proteger é preciso usar filtro solar com FPS de no mínimo 30. O protetor também ajuda a evitar o aparecimento de manchas e o envelhecimento cutâneo. Outro cuidado importante com a pele no inverno é com a hidratação.

cuidados-pele-inverno

O ressecamento da pele acontece nessa época do ano porque no frio ficamos em ambientes mais secos, suamos menos e a pele produz menos sebo. Por isso, aumentam bastante os quadros de alergias decorrentes da pele seca. Assim, é fundamental caprichar e hidratar todo o corpo depois do banho, com hidratantes específicos para rosto e corpo. Esse é o melhor momento para hidratar, pois além de penetrar mais, o hidratante também faz uma barreira de proteção que evita a perda de água da pele.

O banho não deve ser muito quente – o ideal é tomar banhos mornos e diminuir o uso do sabonete, especialmente em partes que já tendem a ser mais secas, como braços e pernas. Também não é bom esfregar com buchas, que tiram a proteção natural da pele. Os lábios também merecem atenção especial para evitar o ressecamento: é preciso usar hidratantes labiais com maior frequência. Ao ar livre, o ideal  é sempre ficar na sombra,  usar bonés, chapéus e óculos escuros para proteger os olhos. E, por fim, beber bastante água e incluir frutas suculentas na dieta é essencial, para manter a pele hidratada durante todo o inverno.

 

Paula Sanchez (1)

*Por Paula Cristina de Faria Sanchez, médica dermatologista e integrante do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida.

 

Sobrancelhas bonitas: confira os principais segredos no vídeo

Sobrancelhas bonitas: confira os principais segredos no vídeo

As sobrancelhas além de proteger nossos olhos, elas tem um papel muito importante na harmonia do rosto. Por isso, as mulheres são as principais adeptas do visagismo e design de sobrancelha. As técnicas são responsáveis por dar o melhor formato para elas de acordo com cada tipo de rosto. E como nascem dez novos fios a cada dia nas sobrancelhas, é preciso ter uma rotina de cuidados para que elas possam permanecer com o arqueamento desejado.

E para saber mais sobre o assunto, entrevistamos a Designer de Sobrancelha e Visagista, Luciana Simões. Ela nos contou no vídeo quais são os principais cuidados e os segredos para ter uma sobrancelha sempre bonita. Confira:

Luciana-Simões*O Studio Depifácil da Luciana fica na Avenida Getúlio Vargas, 254. Para acompanha de perto o trabalho da profissional, curta a Fã Page: https://www.facebook.com/Studio-Depifácil